30 de janeiro de 2008

Matéria sobre o Mestre Candeia no RJTV

É raro, mas de vez em quando fala-se sobre os grandes sambistas brasileiros que são desconhecidos do grande público na grande mídia. Recentemente, o repórter Tino Marcos fez uma matéria sobre o Candeia, gênio e um dos principais defensores da arte negra e do samba como expressão cultural legítima e autêntica do povo brasileiro.

Segue a matéria do RJTV.


Um comentário:

O samba é meu dom disse...

olá, transcrevi para uma pesquisa um trecho de um documentario sobre o samba, Saravah (idos de 1969), realizado por Pierre Barouh. Trata-se de uma tomada numa praia carioca, onde se dá um diálogo interessantissimo entre Paulinho da Viola e Pierre Barouh. Está também presente na cena Maria Bethania, dentre outros não identificados.
pois entao, estava a busca do autor de uma das canções tocadas por paulinho e bethania numa das cenas e entao o "senhor google, que a tudo responde" me trouxe a seu seu blog. parabens pelo feito!! em retribuição ao favor espontaneo que me prestou, segue a tal transcrição, caso possa interessar:

LENA (para Bethania): ele perguntou pra vc o que significa ser cantora brasileira.
BETHANIA: Ser cantora pra mim é a gloria. Brasileira eu acho bacana também.
(...)
PIERRE: eu ouvi de um amigo de você, que você fez uma canção, um samba realmente tradicional que é “Nada de N...”
PAULINHO: Sei, chama-se “Nada de Novo”. Foi o ultimo samba que eu fiz. Mas eu estava dizendo o seguinte: vc perguntou a Bethania... o compromisso de Bethania... Bethania é uma outra escola. Vc entende isso? Uma outra escola, entende o que é “outra escola”?
PIERRE: Ssim, sim
PAULINHO: uma outra formação, entende? Novas proposições dentro da musica popular. Agora, o meu compromisso...nao sei se vc sabe, eu sou um compositor de escola de samba.
Pierre. Sei sim.
PAULINHO: e vc sabe, na cultura popular, o q significa uma escola de samba? Sabe?
Com olho no olho
Pierre: eu sei, eu sei.
Pierre: eu sei disso. Vc poderia dizer, realmente, qual a imp[orancia da escola de samba e a funço da escola de samba.
PAULINHO: a importância dela? Pausa. Olha em volta com um certo riso ironico Eh o seguinte, uma escola de samba hj em dia é um complexo. Não sei se vc sabe há 20 anos atrás uma escola de samba era um grupo q saí, entendeu, que qdo conseguia se organizar, apanhava da policia. Não sei se vc sabia
P: não sabia
Paulinho: era dos marginais
P: isso eu não sabia
PAULINHO: pois eh, e era um grupo muito pequeno. E esse grupo foi se desenvolvendo. A medida q passou... e conseguiu, assim..., uma aceitação na sociedade, ele foi se desenvolvendo. E hj é isso aí q vc viu. 3 mil 4 mil pessoas. Um desfile, uma escoal de samba desfilando tem comunicação com milhares de pessoas, entende? Isso não existe em lugar nenhum do mundo
Vc é de q escola
PAULINHO: eu sou da Portela
PIERRE: eu gostei muito da portela
PAULINHO: eu acho isso importante pq de uma forma ou de outra, ainda tem... é um compromisso que existe do povo para com o povo. O povo se organiza durante um ano inteiro, pra fazer um espetáculo em função do mesmo povo. Tudo gratuitamente. Quer dizer, não importa se tem muita gente ganhando dinheiro atrás disso, se o departamento de turismo ganha dinheiro, nem nada, o que importa é o que o espetáculo é feito por 3 mil pessoas para milhares de pesoas.
PIERRE: e todo ano vc desfila na Portela?
PAULINHO: todo ano, isso há muitos anos. Todo ano saio com escola, tenho um compromisso na escola.
PIERRE: e vc não alteraria? E vc tem alegria com a gente da Portela?
(corta a cena para um duo de Paulinho e Bethania na canção Tudo é ilusão, de Éden Silva, Anibal Silva e Tuffi Lauar, porque o que na verdade o gringo quer mesmo é sambar. E o mar se embala e se perde nas frases dedilhadas pelo filho de "seo" Cesar Faria:
“não, não foi surpresa para mim
porque tudo na vida tem fim
Eu esperei com resignação
O triste dia da separação
Vai meu amor siga o seu destino
Que eu seguirei o meu
Seja feliz, adeus”)

Creative Commons License
O Couro do Cabrito by André Carvalho is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at www.creativecommons.org.br.