15 de dezembro de 2009

Quem me ouvir cantar (Aniceto da Portela)

GRANDES BRASAS DA HISTÓRIA

Sobre este samba não há muito que dizer: ele é o puro e singelo sentimento do sambista lírico e apaixonadamente poeta, que, naquele momento de encontro com a felicidade, na hora da luz da inspiração, descreveu com maestria, com melodias que desafiam e causam espanto aos acadêmicos, seus mais nobres e sinceros sentimentos. Temos apenas que escutar para sentir o que o samba verdadeiramente é.

Se não cabe explicação - e realmente não se explica um sentimento humano que é tão passional e, sobretudo, particular - cabe, por outro lado, o registro de que Aniceto José de Andrade, o Aniceto da Portela, é irmão de Mijinha e Manacéa, outros dois compositores de alta patente da ala de compositores histórica da agremiação alviceleste de Oswaldo Cruz. E vale, também, registrar que a primeira gravação desta grande brasa da historia se deu em 1978, com a grande e sempre louvável Clara Nunes, sendo esta interpretação, uma das maiores da carreira da mineira guerreira. Posteriormente, em 2004, Tia Surica registrou, sem o mesmo brilho mas com valor, a jóia rara de um dos maiores compositores de nosso samba.

Quem me ouvir cantar (Aniceto da Portela)

Quem me ouvir cantar
Quem me vir sorrindo assim
Desconhece a mágoa que está dentro de mim
Quando eu parar de cantar e sorrir
Meus olhos estarão chorando
Meu coração penando
Por aquela que tão longe
Vai caminhando
Sem olhar para trás
Não voltará jamais

Ela não deu esperança de voltar
Mas o meu coração não se cansa de clamar
Ela vai não volta mais
Ela não vai voltar para o meu lar


Um comentário:

Edinho disse...

Boa observação hein Piruquinha.
Eu sou fã dese samba desde a primeira vez que ouvi, pois aquela melodia ficou entranhada nos meus ouvidos. Salve Aniceto José de Andrade.

Creative Commons License
O Couro do Cabrito by André Carvalho is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at www.creativecommons.org.br.