17 de julho de 2008

O samba é minha raiz, minha herança, meu viver

Samba é cultura, samba é arte popular, samba é resistência cultural, samba é identidade brasileira. Diferente de outros estilos musicais, o samba é um estilo de vida. Já dizia o mestre Candeia: "vive melhor quem samba!". O samba não é apenas música, é uma força coletiva que transcende o âmbito musical e atinge a própria alma. O coração se enche de prazer, a emoção toma conta do sambista, que, cantando, sambando e versando na remandiola, atinge seu estado mais sublime de existência. O samba é êxtase, é a alegria em seu estado mais puro, despida de vaidade, hipocrisia e falsidade.

O samba não pertence a ninguém, pertence a todos. O samba cantado na roda pertence à roda de samba, aos sambistas que fazem daquele momento de integração, a própria vida. Quando eu socializo meu acervo através deste Couro do Cabrito, do
Prato e Faca e do Coisa da Antiga, o faço por ideal. Por que diabos vou segurar comigo um disco que não mais existe para vender? Para min, a maior recompensa é fazer com que estes sambas saiam da esfera particular, restrito à vitrola de um sujeito, e passe à esfera pública, sendo cantada com devoção nas rodas de samba.

Repito: não disponibilizo sambas para que as pessoas somente escutem as pérolas em suas casas, o faço para que o samba volte ao seu lugar de origem, a sua verdadeira casa: a roda. Gosto de colocar novos sambas na roda. Na primeira vez, quase ninguém canta. Na segunda vez, o povo já canta o refrão no coro. Após algumas vezes que o samba é cantado na roda, ele já volta a pertencer, efetivamente, à roda de samba.

Minha posição com relação ao samba é de amor puro. Enquanto viver, empunharei a bandeira do samba. Tentarei, e tenho certeza que, nós, juntos, conseguiremos hastear a bandeira do samba no mais alto dos mastros. Esta é a minha verdade. E sei que muitos que agora estão lendo este texto, estão juntos comigo nesta empreitada. Conto com vocês!

4 comentários:

Bigode disse...

É isso aí diretor!

bigode disse...

Que cada um passe seu patrimônio a diante. Pois ele é nosso, é deles, é delas. É de todos, mas não pertence a ninguém.

Vai samba!

Luizinho disse...

Grande Peruca....como diz Paulinho Pinheiro "Quando eu canto na roda de samba, um samba que é mais antigo, a moçada se cala, escuta, aprende e ainda canta comigo..."

Salve o samba!

Abraços

Arthur Tirone disse...

Piruca, seu trabalho é de grande valia. Continue! Tâmos juntos!

Creative Commons License
O Couro do Cabrito by André Carvalho is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 3.0 Brasil License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at www.creativecommons.org.br.